15 de março de 2010

Há coisas que não combinam


Como todos sabemos há coisas que não combinam, por incompatibilidade completa ou porque simplesmente não os sabemos combinar. Por exemplo, Cristiano Ronaldo e bom gosto não combinam, bem como, Elsa Raposa e relações estáveis, para além de não quererem, não nasceu com eles a sabedoria necessária para os combinar. E não julguem que estou a questionar o QI destas duas celebridades, diga-se de passagem, que comecei com estes dois só para implicar.

O que quero mesmo falar é de telemóveis, ou melhor, chamada telefónicas e transportes públicos. A sério, meus amigos, temos de ajudar quem não os consegue combinar. Tudo começa pelo toque e volume do mesmo, com os toques reais o problema tem-se agravado. Ele é com Tony Carreira ou o ‘Relax’ do Mika a tocar num volume que chega para acordar um cemitério inteiro. Pior mesmo é quando atendem a chamada, se achávamos o volume do toque já de si assustador, esperem um ‘Tou!’ ainda pior, de fazer os mortos, que acordaram com o toque, querer voltar a ser enterrados não se importando de irem para o inferno. Após a chamada atendida, vem sempre um tema de conversa muito conveniente, para se ter no meio de uma pequena multidão que não conhecemos, de lado nenhum. A conversa decorre sempre em tons hilariantes. Por exemplo, ‘o vizinho do amigo do Simões que me contou...’ e normalmente o resto da conversa telefónica é a narração de uma história que nos faz corar só de ouvir, ou mesmo como já ouvi, ‘estive ontem na brincadeira com o meu marido que nem vi a novela, mas conta-me...’.

Quem é já não assistiu a uma cena desta? Todos, principalmente, os que andam preocupados com o ambiente e viajam em transportes públicos, não como eu. Porque eu ando mesmo por questões de poupança e de trânsito, ninguém me tira o conforto do meu carrinho. Mas na próxima vez, que assistirem a uma cena deste género, façam o favor de ajudar essa pessoa a combinar estes dois elementos, de forma a cuidar da sanidade mental de todos. Obrigado!

5 comentários:

Fresco_e_Fofo disse...

É que até podiam poupar em chamadas. Abriam a janela do autocarro e berravam, simplesmente.

medeixagozar@ disse...

Fresco (Fofo não te chamo LOL)!

O problema é que, normalmente, os transporte público não dão para abrir janelas...

Abraço,

tania disse...

k gente fg...n tem a noçao k tdax ax otax pexoax tb ouvem a converxa...n penxam lool.ta fixe o texto.goxtei.

Melanie B. disse...

Se falar nos que insitem em ouvir musica a viajem inteira!!
É cada gOsto musical...

Adorei o blog!

chapeu de sol amarelo disse...

é verdade sim que essas espécies existem mas fazer o quê? depois iamos rir-nos de quem?:-)