29 de março de 2010

Cuidado a quem entregam os filhos


Segundo um estudo apresentado no Times, ao entregar o nosso filho a uma ama estaremos a fazer dele um homem infiel. O psiquiatra britânico, que realizou o estudo, referiu que ao entregá-lo a uma ama está a induzir que haverá sempre uma segunda referência feminina na vida dele, uma que ele respeita e admira (mãe) outra que será responsável pelo seu bem-estar físico (ama).

Desde já, digo que ando um pouco farto de estudos que não têm cabimento nenhum, mesmo assim, e sem ter filhos, aventurei-me a ler a notícia. Este psiquiatra não deve ter grande clientela e então decidiu construir uma tese que tem mais buracos que uma rede de pesca. Com que então, ao entregar um filho a uma ama poderemos estar a transformá-lo num potencial infiel. A primeira dúvida que me ocorreu foi se o infiel se referia a alguma religião, mas parece que não. Em seguida, comecei a ver esta notícia com uma justificação para os pais começarem a imitar os McCann e deixarem os filhos sozinhos em casa. Mas ao que parece, esta forma de deixar os filhos sozinhos em casa traz amnésia aos pais, pois no caso dos McCann estes nem sabem como mataram nem onde meteram a filha. Estou-me habilitar a que o casal McCann abra uma providência cautelar aqui ao blog. Adiante. Ora esta notícia também levanta uma questão, e se tiveres uma menina, ao colocá-la numa ama, ela poderá também ficar infiel em adulta? Arrisco-me a dizer que sim, mas à infidelidade, nestes casos, se juntará a homossexualidade, isto é, para além de traírem os homens irão fazê-lo com uma mulher, situação muito mais grave do que no masculino. E se essas ama forem as avós dos meninos o que acontece aos mesmos? Bem a esta não arrisco a dar resposta de forma a zelar integridade mental de vossas senhorias.

Mas lá no fundo o que este psiquiatra queria mesmo dizer é que ao entregar o nosso filho(a) a uma ama estaremos a fazer... do pai infiel, pois se for uma ama com atributos corporais bons, este com certeza irá passar mais tempo com ela que os próprios filhos. O que aconselho a este psiquiatra britânico é que aprenda português e venha dar consultas para Portugal, pois ao parece, e mais uma vez por um estudo, grande parte dos portugueses têm desequilíbrios mentais. Eu tenho de certeza, a perder tempo com estas notícias.

6 comentários:

Rita disse...

Lol.

Gostei da reflexão sobre as filhas entregues a amas... É que esse foi o meu caso, já que nao tenho pai e a minha mãe não tinha com quem me deixar loooool.

Portanto na opinião desse senhor eu vou ser infiel?...

Cuidado, meu noivo, muito cuidado...

Beijinhos

Rita

Shell disse...

Que raio de notícia :x lembram-se de cada coisa ! Por favor... *

Berdades disse...

De facto nada nem ninguém se substitui aos pais na educação dos filhos. Quanto a esses estudos científicos realizados tem muito que se lhe diga.

Scarlet_Perry disse...

Cá para mim o psiquiatra está é a tentar, justificar uma infidelidade e fez este estudo...para ver se cola! ;)

Fresco_e_Fofo disse...

Então o melhor é as raparigas serem entregues a "amos" lol.
Porque deve ser chato um gajo ser trocado por uma mulher.
Esses estudos são uma treta.
Então e aqueles/as que não tiveram amas.
Eu nunca tive... por isso, meninas que passem por aqui: o Fofo é um gajo de fiar ahahah.

Abraço

Atena disse...

È com cada estudo!!!

Já tou a ver um homem a dizer que foi infiel pq os pais o entregaram a uma ama!!!

LoooooL