14 de abril de 2010

Cantiga de amigo


A Lulu quer, o que quer qualquer mulher
Que o amigo a abrace bem
E que a faça rir também

A Lulu tem um medo mas guarda-se em segredo
O amigo vai esperar que ela queira pô-lo a par.

E se a conversa fica em perigo
Ele ri-se um pouco e triunfante
Diz-lhe "É bom ser teu amigo
Mas igualmente bom ser teu amante".

A Lulu não traz más recordações
E o amigo atrás diverte-a com canções

Ela dá-lhe a mão e dá-lhe um pouco do coração
Ele faz de tudo para compreender
Depois de tudo para lhe agradecer

E se a conversa os põe em perigo
Ele ri-se muito e gaguejante
Diz-lhe "É bom ser teu amigo
Mas igualmente bom ser teu amante".

by: B Fachada

3 comentários:

izzie disse...

Tu pegas-me com cada vício... ;)

Beijinho,

Fresco_e_Fofo disse...

Ai flores, ai flores, do verde pino!
Flores para ti, Lulu, amiga, amada.
Com os botões da braguilha a ver se atino,
A tempo de te dar uma "pinada".
Ahahah

Abraço

Malena disse...

Formosa vai para a fonte, Lulu, com a cantarinha! O que ela quer sei eu... é que lhe saltem prá espinha!
Ahahahahah