15 de maio de 2010

O que queres ser quando fores grande?


Nunca gostei da pergunta “O que queres ser quando fores grande?”, talvez porque nunca sonhei ser médico, bombeiro ou polícia. Em miúdo nunca tive algo que me tenha fascinado realmente, e o que me fascinava tinha noção que era inalcançável. Ser futebolista era talvez uma coisa de que gostava, mas o jeito aliado à pouca vontade de correr atrás de uma bola, sempre me fizeram colocar essa hipótese de lado. Ser um Mick Jagger português também era uma coisa a ponderar, mas a falta de interesse pelas drogas, num instante me tirou isso da cabeça. Por essas e por outras razões nunca, em miúdo, gostei que me fizessem essa pergunta. Mas se me fizerem a pergunta agora, a resposta sairá facilmente. Quero ser feliz, sem pensar em empregos fantásticos, mulheres perfeitas ou dinheiro. Quero, simplesmente, ser feliz.

20 comentários:

Alexandre disse...

E espero que o sejas :)

almighty yellowphant disse...

Ah perguntam-me tantas vezes: entao e agora que curso queres seguir?
Só me apetece dizer: talvez nenhum, acho que vou trabalhar para a caixa de um supermercado. (apesar de ser mentira)
que raio, porque que é que as pessoas só querem médicos, advogados...?
Beijinhos

Lia disse...

espero que o consigas :)

eu sempre quis ser professora de matemática!

Scarlet_Perry disse...

Queremos todos, meu amigo. Talvez por ser tao dificil se-lo.Bem mais facil arranjar um emprego fantastico ou uma mulher de sonho!

Beijos e de desejos de um optimo fim de semana.***

Bailarina disse...

Eu também nunca seonhei emser nada e não sei como vim parar a Bombeira e quando era criança, fugia deles... 8)
Bjinho*

Malena disse...

E não queremos todos? Boa sorte na tua busca!
Bjts da Tia

Néua disse...

Eu também posso dizer o que quero??? :)

Quero uma vida menos complicada, menos dificil, só por si era meio caminho andado para encontrar essa felicidade :|

Narizinho Lunático disse...

E não é o que todos nós queremos?! Ter uma vida simples, com o suficiente para não andar sempre "ai mãe, ai mãe", para poder fazer uma ou outra viajem por ano... Ter um espaço agradável e acolhedor, que possa chamar meu, onde os cães e o gato se sintam felizes... Ter um emprego que me dê vontade de sair de casa para ir trabalhar. Ter tempo para tomar café à beira-mar, num fim de tarde, com os amigos. Passear os cães pela praia, sem pensar em trabalho. Poder organizar jantares, daqueles mesmo simpáticos, com a família e os amigos, e poder ficar a conversar pelo serão fora com uma música de fundo relaxante. A tudo isto eu chamo qualidade de vida. Ou seja, ser feliz!! :) Bjitos

Shell disse...

Eu acho que também respondia o mesmo :) * beijinho

Sea disse...

Ser feliz é mesmo o mais importante :)

Nunca mais me esqueço que um coleguinha meu qnd andavamos na primária que disse que quando fosse grande queria ser feliz :P

vá.. com algum dinheirinho na algibeira só pra comer qq coisinha :P

Tia Complicações disse...

Quando era criança queria ser bailarina. Nunca fui.Durante a adolescência gostava de ser rica, popular e ter roupas fantásticas. Consegui ter algumas, popular nunca fui. Agora só quero viver e ser feliz. A felicidade é uma sensação tão subjectiva que para mim só será realizável no dia em que sentir que os meus filhos se sentem seguros no futuro que se mostra incerto.Provavelmente nunca conhecerei essa sensação de felicidade duradoura. Espero que um dia os meus filhos possam tornar essa felicidade numa coisa mais palpável .

Cat disse...

É realmente uma pergunta parva e, na verdade, não interessa nada. O que interessa mesmo é o que dizes, ser feliz :)

[ Eu mudava todas as semanas de opinião quando era miúda! ]

Spixii disse...

Como eu te compreendo...
Eu só quero ser Feliz!
Beijo*

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

é das tais perguntas parvas que toda a gente faz aos miudos. Mas pior que essa é: gostas mais do pai ou da mãe! grr.... como se tivessemos de gostar mais de um do que de outro.

izzie disse...

Não é o que todos queremos?

Mas eu cá sei que o vais ser, porque o primeiro passo já o deste. Estabeleceste objectivos realistas. Baixaste as expectativas não porque sejas "fraco" ou fugidio, mas porque te percebes melhor.

Eu nunca gostei que me perguntassem isso porque cedo percebi que não passaria de baixinha. E hoje gosto tanto! :)

Beijinho,

Poetic GIRL disse...

Eu também só quero ser feliz... bjs

izzie disse...

[Eu não apareço na tua lista de blogues?! Pfff... LOL]

Beijinho,

Fresco_e_Fofo disse...

E para isso, não precisas de nenhuma daquelas parvoíces que os putos dizem.
Ser bombeiro? Polícia? Médico?
Há tantos bombeiros, polícias e médicos infelizes...

Abraço

Ana disse...

Mais do que ser realmente feliz, eu quero é paz na minha vida. E por "paz" entenda-se o viver uma vida calma, sem sobressaltos, sem grandes surpresas, sem precisar de grandes malabarismos para chegar ao fim do dia e dormir descansada.
É daquelas coisas às quais só damos valor depois de termos vivido um longo período sem elas.

Se isso é felicidade? Talvez seja a minha.

Que encontres a tua também!:-)

beijinhos

Ni disse...

nisso eu ja nao sou como tu...ou melhor em crianca nao era como tu...
tive uma vasta carreira profissional (em desejos de crianca), ate deixo ficar alguns exemplos... ja quis ser professora, enfermeira, medica, advogada, policia, hospedeira de bordo entre muitas outras coisas, mas cresci e acabei por me envolver com o mundo das artes, se pudesse voltar atras uns anos e tivesse outras possibilidades acho que ia ter um caso com a psicologia... e nem vou referir o que faço agora...

mas va tambem gostava de ser feliz. nao precisava do homem perfeito nem de um emprego maravilhoso e muito menos ter muito dinheiro. quero pequenas gestos aos olhos dos outros, e com um significado enorme aos meus... (nao estou nada lamechas hoje...)

vamos ser felizes juntos? ahahhahahahhahahahahah LOL

bjinho